Premiê chinês vê continuidade de crescimento "médio a alto"

sexta-feira, 10 de outubro de 2014 11:29 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O premiê chinês, Li Keqiang, disse nesta sexta-feira em Berlim que está confiante de que a economia do seu país continuará a expandir a um "ritmo de médio a alto", e que crescerá cerca de 7,5 por cento neste ano apesar de turbulências na economia mundial.

Li disse em uma entrevista à imprensa conjunta com a chanceler alemã, Angela Merkel, que a economia global está enfrentando mais fatores de incerteza, mas que quer que um número maior de pessoas na China estejam empregadas para que o potencial de crescimento seja liberado.

"Estamos confiantes de que podemos alcançar crescimento de cerca de 7,5 neste ano", disse Li, pedindo à mídia internacional que não exagere na interpretação de qualquer variação pequena. "Estamos confiantes de que a economia pode continuar a crescer a um ritmo entre médio e alto".

Li ainda afirmou que não haverá mudança na política do governo central de manter um alto grau de autonomia em Hong Kong, acrescentando ter que certeza que o governo de lá vai garantir a prosperidade e estabilidade.

"Manter a prosperidade e estabilidade de longo prazo de Hong Kong não apenas do interesse da China, mas do interesse das pessoas de Hong Kong", disse ele, acrescentando que a China irá proteger os interesses legítimos de todos os investidores estrangeiros em Hong Kong.

(Por Noah Barkin, Stephen Brown e Alexandra Hudson)