USDA eleva novamente previsão de safra recorde de soja e milho nos EUA

sexta-feira, 10 de outubro de 2014 14:17 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - A produção de milho e soja dos Estados Unidos em 2014, já projetada em volumes recordes, será maior que o previsto um mês atrás, mas um pouco abaixo das estimativas do mercado, apontaram dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) nesta sexta-feira.

O USDA também fez um surpreendente corte nas previsões de estoques de trigo dos EUA e globais ao final da temporada 2014/15, provocando forte alta dos contratos futuros do grão na bolsa de Chicago Wc1. Os preços da soja Sc1 e do milho CZ4 caíam.

Os estoques domésticos de trigo foram vistos em 654 milhões de bushels, refletindo maiores exportações e uso para ração, em mudanças que o analista Shawn McCambridge, da Jefferies Bache, classificou como "um pouco intrigantes".

Em 14,475 bilhões de bushels, a produção de milho dos EUA ficou próxima da média das expectativas do mercado, de 14,506 bilhões de bushels. Já os estoques finais do cereal foram projetados em 2,081 bilhões, superando a marca de 2 bilhões pela primeira vez em 10 anos.

O USDA estimou que a produção de soja dos EUA deverá alcançar um recorde de 3,927 bilhões de bushels, alta de 17 por cento ante a safra de 2013, recentemente revisada, mas abaixo da expectativa média do mercado de 3,976 bilhões.

"Se você olhar apenas os números, eles dariam uma certa sustentação aos preços. O problema é que todo mundo vai ficar esperando uma nova alta na previsão no relatório de safra de novembro", disse Jim Gerlach, presidente da A/C Trading.

Os estoques de soja nos EUA ao final da temporada foram reduzidos em 25 milhões de bushels ante a previsão do mês passado, para 450 milhões, principalmente devido a estoques iniciais menores, conforme sinalizado no relatório trimestral de estoques de 30 de setembro.

No início da semana, 74 por cento das lavouras de milho e 73 por cento das de soja foram classificadas como boas ou excelentes, à medida que chegam à maturação. A colheita vem progredindo ligeiramente abaixo da média histórica até o momento nos EUA.

A estimativa de preços médios do milho nesta temporada nos EUA foi reduzida em 10 centavos de dólar por bushel, para um ponto médio de 3,40 dólares.

O USDA manteve a previsão de safra brasileira em 94 milhões de toneladas.

(Por Ros Krasny)