13 de Outubro de 2014 / às 13:41 / 3 anos atrás

Jean Tirole, da França, ganha Prêmio Nobel de Economia

Economista francês Jean Tirole durante entrevista coletiva em Toulouse. 13/10/2014 REUTERS/Fred Lancelot

ESTOCOLMO (Reuters) - O economista francês Jean Tirole ganhou o Prêmio Nobel de Economia 2014 por sua análise do poder de mercado e regulação, anunciou nesta segunda-feira a Real Academia Sueca de Ciências.

“Jean Tirole é um dos economistas mais influentes do nosso tempo”, disse o órgão responsável pelas premiações. “Acima de tudo, ele esclareceu como compreender e regular setores de poucas empresas poderosas.”

O economista receberá um prêmio de 8 milhões de coroas suecas (1,1 milhão de dólares).

A pesquisa de Tirole mostrou que a regulação do mercado deve ser cuidadosamente adaptada às condições específicas dos setores, em vez da imposição de normas gerais, tais como preços máximos que podem fazer mais mal do que bem, disse a academia.

“O prêmio deste ano de Ciências Econômicas é sobre como domar empresas poderosas”, declarou Staffan Normark, secretário permanente da Real Academia Sueca de Ciências, em entrevista à imprensa.

“Estou muito honrado”, declarou Tirole, em entrevista à imprensa por telefone.

Tirole trabalhou durante décadas sobre os efeitos das bolhas de crédito e disse que a crise financeira de 2008-2009 foi, acima de tudo, o resultado de insuficientes instituições reguladoras.

“Acho que o setor bancário é muito difícil de regular e nós, economistas e acadêmicos, temos de realizar mais trabalhos sobre isso”, disse Tirole, falando de Toulouse, onde é professor da Faculdade de Economia.

Em uma entrevista à imprensa francesa em 2012, ele declarou que tinha sido “chocante” o modo como as autoridades norte-americanas haviam apoiado os bancos de investimento que, por não terem pequenos correntistas, não estavam sujeitos à regulamentação plena.

A premiação foi logo elogiada por Emmanuel Macron, o ex-banqueiro que agora é ministro da Economia da França.

“Parabéns enorme para Jean Tirole que traz orgulho para o nosso país e o conhecimento econômico francês”, ele tuittou.

Economistas dos Estados Unidos conquistaram a grande maioria dos prêmios desde sua criação, tendo apenas poucos vencedores de outras partes do mundo depois de 1994.

Embora os economistas raramente sejam nomes conhecidos, os vencedores anteriores incluem personalidades como Paul Krugman, Milton Friedman, Friedrich August von Hayek e Joseph Stiglitz.

O prêmio de economia, oficialmente chamado de Prêmio Sveriges Riksbank de Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel, foi criado em 1968 e não fazia parte do grupo original de honrarias estabelecidas pelo magnata que criou a dinamite, definidas em seu testamento, em 1895.

Reportagem da Redação de Estocolmo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below