Enel planeja cortar compra de fatias minoritárias, dizem fontes

segunda-feira, 13 de outubro de 2014 13:57 BRT
 

ROMA (Reuters) - A Enel, maior empresa de energia elétrica da Itália, deve cortar o montante reservado para comprar participações de investidores minoritários nas suas subsidiárias em um novo plano de negócios que será apresentado em março, disseram duas fontes próximas ao plano.

As fontes não deram detalhes sobre o corte planejado porque o grupo, liderado pelo presidente-executivo Francesco Starace, ainda não tomou uma decisão sobre o assunto.

A Enel se recusou a comentar.

Em seu plano de negócios 2014-2018, a Enel separou 9,7 bilhões de euros (12,3 bilhões de dólares) para realizar aquisições e compra de participações minoritárias de forma a ajudar a aumentar a contribuição do lucro líquido do grupo para o lucro líquido total de 65 para 76 por cento.

(Reportagem de Alberto Sisto)