Confiança do investidor alemão tem menor nível em quase 2 anos em outubro

terça-feira, 14 de outubro de 2014 07:44 BRT
 

MANNHEIM Alemanha (Reuters) - O índice do instituto ZEW sobre a confiança de investidores e analistas da Alemanha caiu abaixo de zero pela primeira vez em quase dois anos em outubro, sugerindo que a maior economia da Europa está patinando com as crises no exterior e fraqueza na zona do euro.

A pesquisa mensal do instituto sobre a confiança econômica, publicada nesta terça-feira, caiu pelo 10º mês seguido, para -3,6, sinalizando que os investidores em geral esperam que a economia alemã continue enfraquecendo no médio prazo.

O resultado foi o mais fraco desde novembro de 2012 e bem abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters de leitura positiva de 1,0.

A economista sênior da Capital Economics, Jennifer McKeown, afirmou que a pesquisa é relativamente exata em prever momentos de virada no ciclo econômico e sugeriu que a recente série de dados alemães fracos seria mais do que um episódio passageiro.

Ela acrescentou que a pesquisa ZEW, combinada com dados também divulgados nesta terça-feira mostrando que a produção industrial da zona do euro caiu 1,8 por cento em agosto sobre o mês anterior, torna mais provável que o bloco caia mais uma vez em recessão.

"As notícias de hoje vão intensificar a pressão sobre o Banco Central Europeu para implementar um programa de 'quantitative easing' amplo mesmo enquanto outros bancos centrais se preparam para reduzir seu apoio na política monetária", acrescentou.

A economia alemã encolheu 0,2 por cento no segundo trimestre e alguns economistas alertam que ela pode estar a caminho de uma recessão técnica, definida como dois trimestres consecutivos de contração.

(Reportagem de Kirsti Knolle e Eva Taylor em Mannheim)