Vendas da SABMiller caem no trimestre

terça-feira, 14 de outubro de 2014 08:02 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Um verão fraco na China atingiu as vendas de cerveja da SABMiller no seu segundo trimestre fiscal, embora os preços mais elevados e um salto nas vendas de refrigerantes tenham ajudado a aumentar as receitas da segunda maior fabricante de cerveja do mundo.

A fabricante de cervejas do tipo lager como Peroni e Miller Lite vem tentando compensar o crescimento lento nos mercados desenvolvidos com cortes de custos, esforços de marketing e aquisições, ao mesmo tempo em que coloca mais ênfase em vendas de refrigerantes em mercados emergentes.

Sua estratégia é assunto de grande interesse depois que uma abordagem para comprar a rival holandesa Heineken foi rejeitada no mês passado, dando vida à especulação de longa data de que em breve a SAB poderá ser um alvo da maior cervejaria do mundo, a Anheuser Busch InBev.

A SAB disse que as receitas totais subiram 3 por cento nos três meses até o final de setembro, embora o volume de cerveja vendido tenha caído 3 por cento, uma reversão para seu negócio principal, de alta margem, após um aumento de 1 por cento no primeiro trimestre.

O volume total de bebidas no segundo trimestre caiu 8 por cento na região da Ásia Pacífico. O volume de cerveja na China recuou fortemente em julho e agosto em função do mau tempo na maior parte das províncias centrais, que fez menos pessoas beberem cerveja.

O volume também recuou 2 por cento na América do Norte e 1 por cento na Europa. Ele subiu 5 por cento na América Latina e 4 por cento na África.

(Por Martinne Geller)