Inadimplência do consumidor no Brasil cresce 19,6% em setembro, aponta Serasa

terça-feira, 14 de outubro de 2014 13:37 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A inadimplência entre consumidores brasileiros registrou forte alta em setembro, subindo 19,6 por cento sobre igual mês do ano passado, de acordo com dados da Serasa Experian divulgados nesta terça-feira.

No acumulado dos primeiros nove meses do ano, a inadimplência entre consumidores avançou 4,2 por cento sobre um ano antes.

Em comunicado, economistas da Serasa Experian atribuíram a alta da inadimplência à conjuntura econômica mais adversa de 2014, citando "recessão econômica, inflação oscilando acima do teto superior da meta e crediário mais caro".

Na comparação com agosto, no entanto, o índice recuou 0,8 por cento, no segundo declínio consecutivo após queda de 0,2 por cento em agosto sobre julho.

No detalhamento por tipo de dívida, as dívidas não bancárias - envolvendo cartões de crédito, financeiras, lojas e prestadoras de serviços - recuaram 3,1 por cento em setembro ante agosto, puxando a queda na comparação mensal, segundo a Serasa Experian.

Os cheques sem fundo, as dívidas bancárias e os títulos protestados viram crescimento de 0,4 por cento, 0,8 por cento e 16,7 por cento, respectivamente, ante agosto.

(Por Renan Fagalde, edição de Marcela Ayres)

 
A inadimplência entre consumidores brasileiros registrou forte alta em setembro, subindo 19,6 por cento sobre igual mês do ano passado, de acordo com dados da Serasa Experian. 07/12/2008 REUTERS/Paulo Whitaker