Justiça Federal proíbe Cielo de usar marca e ações desabam 6%

terça-feira, 14 de outubro de 2014 16:17 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da empresa de meios de pagamento Cielo caíam com força nesta terça-feira, após decisão da Justiça Federal no Rio de Janeiro que proibiu a companhia de usar a marca, em uma disputa com o nadador Cesar Cielo.

Às 16h15, a ação da maior empresa de cartões do país caía 6,5 por cento na Bovespa, cotada a 38,58 reais. No mesmo instante, o Ibovespa avançava 0,1 por cento.

Consultada, a empresa afirmou que vai recorrer da decisão, que é de primeira instância.

(Por Aluísio Alves)