Desempenho positivo da Vale segura Bovespa acima dos 58 mil pts; Petrobras e Cielo pesam

terça-feira, 14 de outubro de 2014 18:05 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa encerrou a terça-feira no azul, com a alta das ações da Vale e o avanço do índice acionário norte-americano S&P 500 prevalecendo ante a pressão negativa dos papéis da Cielo e de Petrobras, em sessão marcada também por especulações sobre pesquisas eleitorais.

O Ibovespa avançou 0,10 por cento, a 58.015 pontos, no fechamento, após recuar a 57.258 pontos, na mínima do dia.

O volume financeiro do pregão somou 9 bilhões de reais.

Pesquisa eleitoral do instituto Vox Populi, conhecida na noite de segunda-feira, acabou ficando de lado, ao mostrar um cenário próximo ao apresentado nos mais recentes levantamentos Ibope e Datafolha, de empate técnico entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). As atenções se voltam agora para as novas pesquisas desses dois institutos nesta semana.

Rumores sobre os resultados dessas pesquisas, inclusive, circularam nas mesas de corretoras, com o mercado também na expectativa do primeiro debate presidencial na TV no segundo turno, que será realizado nesta noite.

As ações da Petrobras oscilaram fortemente na sessão, mas acabaram fechando em queda, com as preferenciais recuando 2,17 por cento e as ordinárias 1,59 por cento - um ajuste pequeno após alta de cerca de 10 por cento na véspera.

Relatório do Credit Suisse destacou nesta terça-feira que a gasolina vendida pela estatal no Brasil às distribuidoras de combustíveis está agora mais cara do que a média dos valores realizados no exterior, o que não acontecia há um bom tempo.

Wall Street mostrou volatilidade à tarde, mas o índice S&P 500 recuperou-se no final e fechou com variação positiva de 0,16 por cento, com o foco em balanços corporativos, ajudando no encerramento positivo da Bovespa.   Continuação...