Produção da Petrobras em setembro sobe para 2,118 mi bpd, perto de recorde

quarta-feira, 15 de outubro de 2014 10:18 BRT
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de petróleo da Petrobras no Brasil atingiu média de 2,118 milhões de barris por dia (bpd) em setembro, alta de 0,6 por cento ante agosto e por pouco não bateu recorde registrado quase quatro anos atrás, conforme previam analistas.

Em dezembro de 2010, a petroleira alcançou produção de 2,122 milhões de bpd.

Analistas ouvidos pela Reuters no início do mês disseram que a marca seria batida, caso o ritmo de crescimento da produção registrado em meses anteriores fosse mantido.

O crescimento da produção no mês passado decorreu, principalmente, do aumento de atividade nas plataformas P-55 e P-62, em Roncador, na Bacia de Campos, e no navio-plataforma Cidade de Paraty, em Lula Nordeste, na Bacia de Santos, disse a Petrobras em comunicado.

"No mês de setembro, seis novos poços offshore iniciaram operação nas bacias de Santos e Campos, sendo cinco poços produtores e um injetor. Com eles, um total de 53 novos poços já entrou em operação no ano de 2014", acrescentou a empresa.

A Petrobras tem repetido que mantém a perspectiva de crescimento da produção média de 7,5 por cento em 2014, frente ao volume produzido no ano anterior, de 1,93 milhão de barris diários, podendo variar um ponto percentual para cima ou para baixo.

A produção total de petróleo operada pela Petrobras no Brasil, que inclui a parcela operada pela companhia para seus parceiros, atingiu em setembro o terceiro recorde consecutivo, de 2,239 milhões de bpd, alta de 0,3 por cento sobre agosto.

A Petrobras informou também que sua produção consolidada de petróleo e gás, no Brasil e no exterior, alcançou 2,781 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) em setembro, alta de 0,8 por cento ante agosto.

 
Trabalhadores conversam na plataforma Cidade Angra dos Reis, na costa do Rio de Janeiro. 16/02/2011 REUTERS/Sergio Moraes