HRT prevê investimentos de US$75 mi em Polvo em até 9 meses, diz diretor

quarta-feira, 15 de outubro de 2014 20:36 BRT
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A petroleira brasileira HRT prevê investir 75 milhões de dólares em até nove meses no campo de Polvo, na Bacia de Campos, o que inclui gastos em manutenção de equipamentos e na perfuração de dois poços com uma sonda própria, afirmou nesta quarta-feira o diretor financeiro da petroleira, Ricardo Bottas.

A HRT financiará os investimentos com recursos obtidos no mercado, usando o óleo de Polvo como garantia.

"É possível que a gente consiga usar o próprio óleo para financiar esse desenvolvimento do campo de Polvo, é possível financiamento baseado em óleo para pagamento", afirmou Bottas em entrevista.

Em setembro, o presidente da companhia, Milton Franke, havia adiantado à Reuters tal possibilidade.

"O campo de Polvo é autossustentável inclusive no seu desenvolvimento", acrescentou o diretor financeiro, após a reportagem visitar nesta quarta-feira a plataforma que opera no local.

Os investimentos em Polvo, o único ativo que produz petróleo da companhia, devem estender a vida útil do campo em até dois anos, para até 2019, afirmou o executivo.

Em junho, Polvo estava produzindo 10,09 mil barris de óleo/dia.

Os executivos da HRT evitam informar expectativas de aumento da produção de Polvo.   Continuação...