China mantém preço para compras estatais de trigo em 2015

quinta-feira, 16 de outubro de 2014 10:25 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China, maior produtor mundial de trigo, irá manter o preço para as compras estatais do grão inalterado em 2015 ante o atual nível numa tentativa de proteger os produtores locais depois da queda nas cotações globais ao menor patamar em quatro anos, em um momento de ampla oferta.

O preço mínimo de aquisição do governo foi estipulado em 2.360 iuanes (385 dólares por tonelada), mesmo valor de 2014, disse a Comissão Nacional para Desenvolvimento e Reforma nesta quinta-feira.

A comissão avaliou custos de produção dos agricultores e a influência dos preços do mercado internacional, disse.

Os preços no mercado físico doméstico em Zhengzhou, capital de Henan, principal província produtora de trigo, atingiram um recorde de 2.600 iuanes depois que Pequim elevou as compras para reservas estatais.

O governo costuma estocar grãos quando os preços domésticos caem abaixo do preço mínimo, como parte de um programa de garantia de renda para produtores rurais.

Até o momento, o governo já comprou cerca de 25 milhões de toneladas de trigo este ano, cerca de três vezes mais que no ano passado.

A safra de trigo da China em 2014/15 foi estimada em alta de 2,8 por cento, para 125,3 milhões de toneladas, segundo um órgão de pesquisa estatal.

(Por Niu Shuping e David Stanway)