Jimmy Choo deve precificar IPO no piso da faixa indicativa, dizem fontes

quinta-feira, 16 de outubro de 2014 11:03 BRT
 

LONDRES/PARIS (Reuters) - A empresa de sapatos de luxo Jimmy Choo deve precificar sua oferta pública de ações em Londres em 140 pences por papel, na parte inferior da faixa indicativa, segundo duas fontes familiarizadas com o assunto nesta quinta-feira, em meio à diminuição do entusiasmo para novas emissões.

O preço avalia a empresa em 546 milhões de libras (874 milhões de dólares), bem abaixo dos 702 milhões de libras inicialmente esperados segundo o teto da faixa indicativa. A empresa havia estabelecido primeiramente uma faixa de preço de 140 a 180 pences por papel, antes de estreitá-la para 140 a 160 pences no início desta semana. A negociação deve começar na sexta-feira.

Mercados de ações mais fracos atingiram a demanda por novas emissões na Europa, com o banco britânico Aldermore cancelando planos para listagem em Londres. A empresa francesa de energia Spie e a empresa italiana de cosméticos Intercos também retiraram seus planos de IPO na semana passada.

Os gestores de fundos expressaram preocupação de que a Jimmy Choo tinha cerca de 100 milhões de libras de dívida e que estava gastando mais do que a média da indústria na abertura de novas lojas.

A Jimmy Choo opera em um dos segmentos mais fortes da indústria de bens de luxo. Mas seu potencial de crescimento tem sido apresentado aos investidores como ligado, em parte, à expansão na China, onde a demanda enfraqueceu nos últimos meses, de acordo com rivais como a Prada e a líder da indústria LVMH.

(Por Freya Berry e Astrid Wendlandt)