Indonésia eleva royalties em unidade da Vale e determina venda de ações

sexta-feira, 17 de outubro de 2014 17:09 BRT
 

JACARTA/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Vale informou nesta sexta-feira que uma revisão de contrato com o governo da Indonésia vai elevar royalties, reduzir áreas concedidas e exigir que a sua subsidiária de níquel no país, PT Vale Indonésia (PTVI), venda outros 20 por cento de suas ações para investidores locais.

A empresa vai agora pagar royalties de 2 por cento para a Indonésia, ante 0,6 a 0,7 por cento, disse o presidente-executivo da PTVI, Nico Kanter.

A alta dos royalties vai "definitivamente afetar nosso resultado final", afirmou ele a jornalistas.

Ele não detalhou o impacto. Representantes da Vale no Rio de Janeiro não estavam disponíveis imediatamente para comentar o assunto.

Segundo a assessoria de imprensa no Rio, a Vale detém 59,2 por cento da Vale Indonésia e controla a subsidiária em parceria com a japonesa Sumitomo Corp, que detém 20,1 por cento.

A PTVI já se desfez de uma participação de 20 por cento na empresa e, com o novo acordo, deverá vender outros 20 por cento dentro dos próximos cinco anos.

"Esse requerimento está alinhado com a exigência do governo da Indonésia para mineradoras integradas de ter pelo menos 40 por cento de suas ações detidas por investidores locais na Bolsa de Valores da Indonésia", disse a Vale em comunicado entregue à Comissão de Valores Mobiliários, nesta sexta-feira.

O aumento dos custos e das obrigações mostram como a Vale e outras mineradoras de níquel têm enfrentado crescente intervenção do governo da Indonésia.

O país proibiu a exportação de minério de níquel em bruto, exigindo que o minério seja processado em fundições locais.   Continuação...

 
Logo da Vale fotografado na sede da companhia no Rio de Janeiro. 20/08/2014. REUTERS/Pilar Olivares