CFO da Shire deixará farmacêutica após AbbVie desistir de oferta

segunda-feira, 20 de outubro de 2014 11:19 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A farmacêutica britânica Shire perderá seu vice-presidente financeiro interino no começo do ano que vem para a fornecedora de água Severn Trent, o mais recente golpe para a Shire, cuja oferta de 55 bilhões de dólares feita pela rival norte-americana AbbVie para sua compra foi abortada na semana passada.

James Bowling, da Shire, deixará a companhia no final do primeiro trimestre de 2015 e se tornará vice-presidente financeiro da Severn Trent, substituindo o atual vice-presidente financeiro Mike McKeon, que se aposentará.

A saída de Bowling dá pistas sobre o distúrbio causado pela oferta da AbbVie para comprar a Shire, com a perspectiva de se tornar parte do grupo sediado em Chicago levando alguns executivos da Shire a buscar oportunidades em outros lugares.

A proposta da AbbVie pela Shire foi anunciada em julho em meio a uma leva de negócios no setor farmacêutico motivados principalmente por economias fiscais.

No entanto, a desistência da AbbVie depois que o governo norte-americano propôs novas regras fiscais mudou o foco para o futuro da Shire como uma companhia independente e seu próprio potencial para fazer aquisições, ou se tornar alvo novamente.

Bowling assumiu o cargo de vice-presidente financeiro na Shire interinamente em 1º de março, quando o então diretor financeiro, Graham Hetherington, deixou o cargo.

(Por Karolin Schaps)