Embraer apresenta protótipo de cargueiro KC-390 e espera acelerar vendas

terça-feira, 21 de outubro de 2014 15:00 BRST
 

Por Cesar Bianconi e Brad Haynes

GAVIÃO PEIXOTO, São Paulo (Reuters) - A Embraer espera avançar nas negociações para novos contratos de venda do cargueiro KC-390, após ter apresentado nesta terça-feira o primeiro protótipo da aeronave militar, a maior já desenvolvida e produzida no Brasil.

O KC-390 é resultado de acordo de 2 bilhões de dólares firmado em 2009 com a Força Aérea Brasileira (FAB), envolvendo a montagem de dois protótipos. Em maio deste ano, a FAB assinou contrato firme de 7,2 bilhões de reais por 28 unidades do cargueiro, que substituirão os aviões Hercules C130 na frota da Força Aérea.

Além do pedido da FAB, a Embraer tem cartas de intenção para venda de 32 unidades do cargueiro para Argentina, Portugal, República Theca, Colômbia e Chile. Os três primeiros são também parceiros industriais da fabricante brasileira no desenvolvimento do KC-390.

"O avião foi apresentado ao mercado hoje e vai fazer o primeiro voo até o fim deste ano. Existe expectativa de que algumas conversas que estamos tendo vamos transformar em algo concreto", disse a jornalistas o presidente da Embraer Defesa e Segurança, Jackson Schneider.

"Tínhamos aqui (na apresentação do primeiro protótipo do avião) representantes de 32 países. Nossa expectativa é muito positiva, o avião deve gerar exportações importantes para o Brasil", acrescentou.

O executivo não deu detalhes sobre o valor da aeronave, afirmando que o preço depende da configuração definida pelo cliente. A Embraer estima demanda total por 700 unidades de cargueiros do porte do KC-390 ao longo de 15 anos, mas não revela qual a participação de mercado estima ter.

O KC-390 é uma aeronave de transporte de tropas e cargas e de abastecimento em voo. O avião também pode realizar missões como busca e resgate e combate a incêndios florestais, entre outras. A aeronave é capaz de transportar até 26 toneladas de carga a uma velocidade de 870 quilômetros por hora.

"É um projeto de Estado... Tudo aquilo que fazemos com aqueles velhos (cargueiros) Hercules que estão se aposentando no mundo inteiro poderemos fazer com o KC-390", afirmou em discurso o ministro brasileiro da Defesa, Celso Amorim, referindo-se aos aviões fabricados pela norte-americana Lockheed.   Continuação...

 
Protótipo do cargueiro KC-390 é apresentado em fábrica da Embraer. O avião é o maior já desenvolvido e produzido no Brasil.