Ações na Europa têm rali por notícia de que BCE avalia compra de bônus corporativos

terça-feira, 21 de outubro de 2014 15:16 BRST
 

Por Francesco Canepa

LONDRES (Reuters) - As ações de bancos e em países periféricos impulsionaram as bolsas na Europa nesta terça-feira, depois que fontes disseram à Reuters que o Banco Central Europeu (BCE) está avaliando comprar bônus corporativos para reanimar a economia da região.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 2,09 por cento, a 1.299 pontos, ampliando a recuperação da mínima de 13 meses atingida na quinta-feira.

As compras, que segundo as fontes podem ser aprovadas em dezembro e começar no início do próximo ano, podem ajudar bancos, especialmente nos países do sul europeu, já que liberam mais do balanço patrimonial para empréstimo.

O índice bancário do Euro STOXX avançou 3,3 por cento, com os maiores ganhos nos bancos gregos, italianos e franceses.

O BCE começou a comprar bônus cobertos na segunda-feira, parte de um programa de compra de ativos do setor privado que também o levará a comprar empréstimos securitizados conhecidos como títulos lastreados em ativos (ABS, na sigla em inglês) ainda neste ano. Entretanto, existem preocupações no BCE de que essas medidas podem ter impacto insuficiente para ajudar a sustentar a economia.

Após um ano de revisão dos 130 maiores bancos da Europa, o BCE deve anunciar em 26 de outubro quais valorizaram seus ativos de forma apropriada e quais não, assim como se os bancos precisam de mais capital para lidar com outra crise econômica.

"(Compras de bônus corporativos) ajudará a aliviar algumas das pressões que pesam sobre o balanço dos bancos e que precisam ser vistas no contexto da revisão de qualidade de ativos", disse o estrategista-chefe da AXA Investment Managers, Franz Wenzel.

"Também ajudará aquelas empresas e regiões que estão tendo dificuldades em emitir bônus corporativos, e estou pensando no sul."   Continuação...