Roche investirá US$3,2 bi em atualização das instalações em Basileia

quarta-feira, 22 de outubro de 2014 10:07 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - A farmacêutica suíça Roche disse nesta quarta-feira que gastará 3 bilhões de francos suíços (3,2 bilhões de dólares) para atualizar suas instalações em Basileia, um voto de confiança em sua base suíça apesar das incertezas atuais sobre as leis de imigração do país.

A companhia - que traça suas raízes em Basileia desde 1896 quando Fritz Hoffman-La Roche montou o negócio - disse que investirá em um novo centro de pesquisa e desenvolvimento, construirá uma nova torre de escritórios e atualizará infraestrutura e prédios existentes.

"A Roche está comprometida no longo prazo à Suíça e à Basileia em seu duplo papel como sede corporativa e uma de nossas bases mais importantes no mundo", disse o presidente-executivo, Severin Schwan, em comunicado.

O mais recente investimento da companhia farmacêutica na Suíça surge enquanto legisladores decidem sobre como implementar um referendo de fevereiro que previu restrições sobre o número de imigrantes da União Europeia.

Outras multinacionais, incluindo a companhia suíça de engenharia ABB, alertaram o governo contra uma interpretação muito rígida do referendo, que previu cotas sobre imigrantes da UE.

Cerca de dois terços do quadro de funcionários da Roche em Basileia são estrangeiros e a farmacêutica depende das fronteiras abertas da Suíça para recrutar os melhores talentos.

O investimento da Roche será feito durante dez anos e ajudará a consolidar os 9 mil funcionários da empresa em Basileia - que atualmente estão espalhados pela cidade - perto de suas instalações principais.

(Por Caroline Copley)