Wall St fecha em queda depois de tiroteio no Parlamento canadense

quarta-feira, 22 de outubro de 2014 19:59 BRST
 

Por Yasmeen Abutaleb

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos devolveram os ganhos do início do dia e fecharam em queda nesta quarta-feira, com o tiroteio no Parlamento do Canadá deixando os investidores preocupados.

Os papéis da Boeing e da Biogen fecharam em forte queda depois das empresas divulgarem seus resultados trimestrais, enquanto as ações das empresas de energia acompanharam o recuo dos preços do petróleo.

O índice Dow Jones caiu 0,92 por cento, a 16.461 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,73 por cento, a 1.927 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq caiu 0,83 por cento, a 4.382 pontos.

Os índices operaram no território positivo durante parte da sessão, colocando o S&P 500 no caminho para o quinto dia seguido de ganhos. Os resultados corporativos inicialmente impulsionaram o movimento de alta, com ações de tecnologia e materiais subindo devido aos fortes resultados.

O movimento começou a se inverter no fim da manhã, depois que o governo divulgou um inesperado aumento nos estoques de petróleo. Ações de energia caíram 1,7 por cento, com o petróleo futuro nos EUA recuando e fechando perto dos 80 dólares o barril.

A capital canadense foi abalada por um tiro fatal contra um soldado e um ataque ao prédio do Parlamento, no qual tiros foram disparados do lado de fora de uma sala onde o primeiro-ministro, Stephen Harper, participava de uma reunião.

"A situação em Ottawa pressionou um pouco a queda, mas eu acredito que tudo começou com o petróleo porque as pessoas estão muito preocupadas com o crescimento global", disse o estrategista-chefe da LPL Financial, John Canally.

Se o tiroteio em Ottawa estiver relacionado a terrorismo doméstico, Canally acrescentou, "vai pressionar os mercados, assim como o crescimento global".   Continuação...