22 de Outubro de 2014 / às 21:59 / 3 anos atrás

Wall St fecha em queda depois de tiroteio no Parlamento canadense

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos devolveram os ganhos do início do dia e fecharam em queda nesta quarta-feira, com o tiroteio no Parlamento do Canadá deixando os investidores preocupados.

Os papéis da Boeing e da Biogen fecharam em forte queda depois das empresas divulgarem seus resultados trimestrais, enquanto as ações das empresas de energia acompanharam o recuo dos preços do petróleo.

O índice Dow Jones caiu 0,92 por cento, a 16.461 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,73 por cento, a 1.927 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq caiu 0,83 por cento, a 4.382 pontos.

Os índices operaram no território positivo durante parte da sessão, colocando o S&P 500 no caminho para o quinto dia seguido de ganhos. Os resultados corporativos inicialmente impulsionaram o movimento de alta, com ações de tecnologia e materiais subindo devido aos fortes resultados.

O movimento começou a se inverter no fim da manhã, depois que o governo divulgou um inesperado aumento nos estoques de petróleo. Ações de energia caíram 1,7 por cento, com o petróleo futuro nos EUA recuando e fechando perto dos 80 dólares o barril.

A capital canadense foi abalada por um tiro fatal contra um soldado e um ataque ao prédio do Parlamento, no qual tiros foram disparados do lado de fora de uma sala onde o primeiro-ministro, Stephen Harper, participava de uma reunião.

"A situação em Ottawa pressionou um pouco a queda, mas eu acredito que tudo começou com o petróleo porque as pessoas estão muito preocupadas com o crescimento global", disse o estrategista-chefe da LPL Financial, John Canally.

Se o tiroteio em Ottawa estiver relacionado a terrorismo doméstico, Canally acrescentou, "vai pressionar os mercados, assim como o crescimento global".

A queda do petróleo e o episódio de violência no Canadá encobriram algumas notícias econômicas encorajadoras. Os preços ao consumidor nos EUA subiram 0,1 por cento em setembro, com os custos de energia caindo, pintando um cenário de inflação fraca que poderia dar ao Federal Reserve espaço para manter a taxa de juros baixa.

As ações da Biogen caíram 5,4 por cento, a 309,07 dólares, depois que as vendas de seu novo medicamento contra esclerose múltipla, Tecfidera, ficaram abaixo da expectativa.

As ações da Boeing perderam 4,5 por cento, a 121,91 dólares, devolvendo a maior parte dos ganhos das quatro sessões anteriores. A Boeing divulgou lucro melhor que o esperado e aumentou a projeção, mas os analistas ficaram preocupados com os custos do avião 787 Dreamliner.

No lado positivo, Yahoo e Broadcom subiram um dia depois de ambas as empresas de tecnologia divulgarem receitas melhores que o esperado.

As ações da Broadcom subiram 5,5 por cento, para 39,37 dólares, enquanto os papéis da Yahoo subiram 4,5 por cento, a 41,99 dólares. As duas empresas tiveram os maiores ganhos percentuais do S&P 500.

Depois do fechamento, a AT&T divulgou receita abaixo do esperado por analistas, e as ações caíram mais de 2 por cento no aftermarket.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below