Gol tem receita por passageiro maior no 3º trimestre

quinta-feira, 23 de outubro de 2014 10:20 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia aérea Gol teve receita por passageiro maior no terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, mantendo estratégia de redução de oferta em um ambiente considerado pela empresa como "desafiador" no Brasil.

A companhia divulgou nesta quinta-feira que a receita por passageiro (Prask) subiu 9,1 por cento no terceiro trimestre sobre um ano antes. A empresa afirmou ainda que o yield, indicador de preços de passagens aéreas, apresentou leve recuo na mesma base de comparação.

A Gol não deu detalhes sobre o Prask ou sobre o yield, mas afirmou que a taxa de ocupação total cresceu 4,7 pontos percentuais em setembro sobre o mesmo mês de 2013, para 76,3 por cento, enquanto avançou 7,9 pontos no terceiro trimestre, para 77,5 por cento.

"O aumento da taxa de ocupação mais do que compensou a leve queda do yield em comparação ao terceiro trimestre de 2013, o que resultou em um crescimento de Prask", afirmou a Gol. "As tarifas praticadas no trimestre acompanharam o cenário desafiador da atividade econômica no Brasil", acrescentou.

No mercado doméstico, os aviões da empresa voaram mais cheios no terceiro trimestre, com a taxa da ocupação subindo 8,1 pontos, para 78,3 por cento. A expansão ocorreu com queda de 4,2 por cento na oferta e aumento de 6,8 por cento na demanda.

No acumulado do ano, a empresa se mantém dentro da meta de reduzir a oferta em 1 a 3 por cento, com queda de 2,9 por cento nessa linha nos nove primeiros meses de 2014.

No segmento internacional, a demanda cresceu 30,3 por cento no terceiro trimestre, enquanto a oferta subiu 15,5 por cento no período, o que resultou em crescimento de 8,3 pontos percentuais na taxa de ocupação, para 72,5 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr., edição de Marcela Ayres)

 
Avião da Gol pousa no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. 24/04/2014 REUTERS/Nacho Doce