Draghi pede esforço conjunto da zona do euro para evitar recessão

sexta-feira, 24 de outubro de 2014 13:35 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, encorajou os líderes da zona do euro, em um encontro nesta sexta-feira, a fazer um esforço conjunto combinando reformas estruturais, investimento, disciplina orçamentária e estimulando a demanda para evitar "uma recaída para a recessão".

Um porta-voz do BCE, lendo trechos das declarações de Draghi, disse que ele insistiu que as regras de orçamento da União Europeia deveriam ser mantidas de forma crível para ancorar a confiança do mercado nos 18 países da região, enquanto os países com posição orçamentária saudável deveriam considerar estimular a demanda para impulsionar o crescimento.

"Em 2011-12, nós evitamos o colapso do euro em um esforço conjunto. Agora, nosso foco deveria ser novamente agir em conjunto para evitar uma recaída para a recessão", disse Draghi.

Ele pediu que todos os governos da zona do euro apresentem um cronograma nacional para reformas estruturais econômicas até a próxima reunião da UE, nos dias 18 e 19 de dezembro.

O BCE está pronto para usar outras medidas não convencionais caso seja necessário atingir o objetivo de estabilidade de preços, disse Draghi. Ele expressou preocupação com relação aos possíveis efeitos da inflação baixa por tempo prolongado nos salários e definição de preços, mas não usou o termo "deflação", disse o porta-voz.

(Por Paul Taylor)