Terra Peregrin lança oferta por ativos portugueses da Oi

domingo, 9 de novembro de 2014 18:09 BRST
 

LISBOA (Reuters) - A Terra Peregrin, da empresária angolana Isabel dos Santos, lançou uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a totalidade do capital da PT-SGPS, empresa que tem 25,6 por cento da Oi, oferecendo 1,35 euro por cada ação, anunciou a Terra Peregrin.

A empresa disse que esta OPA está condicionada à aquisição de 50,01 por cento do capital da PT-SGPS, correspondendo a contrapartida oferecida a um prêmio de 11 por cento face à última cotação de fechamento da PT.

"A (Terra Peregrin) visa manter as grandes linhas estratégicas definidas pelo Conselho de Administração da sociedade visada (PT) e os objetivos inerentes aos acordos entre a sociedade visada (PT) e a Oi, e um conjunto de outras sociedades com estas relacionadas", informou a Terra Peregrin.

A empresa explicou que estes acordos estão "no âmbito da combinação dos negócios da sociedade visada e da Oi, embora sujeito a algumas alterações de calendário".

A Zopt, acionista de controle da Nos, entrou na disputa pela PT Portugal para defender o "interesse nacional" e o valor do incumbente, que já tem uma oferta de 7 bilhões de euros por parte da francesa Altice, mas o governo não vai intervir.

A Zopt -- empresa-veículo da empresária angolana Isabel dos Santos, que é filha do presidente de Angola -- tem 50,01 por cento da NOS, que é a segunda maior empresa de telecomunicação de Portugal.

A operadora brasileira Oi é a dona da PT Portugal.

(Por Sérgio Gonçalves)