Produção de açúcar do CS recua na 2ª parte de outubro; etanol sobe

terça-feira, 11 de novembro de 2014 13:57 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de açúcar do centro-sul do Brasil somou 2,05 milhões de toneladas na segunda quinzena de outubro da safra 2014/15, queda de 16,7 por cento ante mesmo período de 2013/14, enquanto a fabricação de etanol aumentou 3,1 por cento na mesma comparação, com usinas destinando mais cana para o biocombustível, informou nesta terça-feira a Unica, que representa as empresas do setor.

A produção de etanol na segunda parte de outubro somou 1,7 bilhão de litros, enquanto no acumulado da safra 14/15 a fabricação do combustível atingiu 23,3 bilhões de litros, alta de 6,4 por cento ante o mesmo período de 13/14.

Já a produção de açúcar, que apresenta preços baixos nesta safra, registra queda de 0,7 por cento no acumulado da temporada, para 29,5 milhões de toneladas, com as usinas do centro-sul destinando menos cana para a produção do adoçante, que tem se mostrado economicamente menos interessante que o biocombustível.

"Os valores apurados continuam indicando uma tendência de produção mais alcooleira", afirmou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), em nota.

Na segunda quinzena de outubro, 57,2 por cento da cana foi destinada à produção de etanol, enquanto no acumulado da safra até o final do mês passado o índice fechou em 56,18 por cento, ficando o restante da matéria-prima para o açúcar.

O primeiro contrato do açúcar bruto na bolsa de Nova York atingiu em setembro o menor patamar em mais de cinco anos, devido a uma ampla oferta internacional.

Nesta terça-feira, por volta das 13h45 (horário de Brasília), o contrato operava com alta de 1,53 por cento, a 15,90 centavos de dólar por libra-peso.

VENDAS DE ETANOL EM ALTA   Continuação...

 
Trabalhadores colhem cana em uma fazenda, em Maringá. 13/05/2011 REUTERS/Rodolfo Buhrer/La Imagem