Índice europeu diminui ganhos com queda de ações italianas, mas fecha em alta

terça-feira, 11 de novembro de 2014 16:07 BRST
 

Por Alistair Smout

LONDRES (Reuters) - O índice de ações europeu diminuiu os ganhos nesta terça-feira, influenciado pela queda de ações da Itália e pela fraca abertura em Wall Street, mas ainda fechou em alta, apoiado pela força das empresas de telecomunicações.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou em alta de 0,30 por cento, a 1.358 pontos.

As ações UniCredit caíram 3,3 por cento, a maior queda do índice italiano FTSEMib. O índice do setor bancário FTSE Italia All-share Banks caiu 12 por cento desde o início de outubro.

"Há uma fraqueza intrínseca aos bancos italianos e o desempenho econômico abaixo do esperado está mantendo o setor sob pressão", disse o chefe de negociações da TJM Partners, Manoj Ladwa.

O setor de telecomunicações STOXX Europe Telecomunications subiu 2,2 por cento, o maior ganho setorial.

A alta foi impulsionada pela Vodafone, que subiu 5,4 por cento depois elevar sua projeção de lucro. A empresa divulgou uma forte melhora na principal medida de receita trimestral, ajudada pela melhora na demanda em seus grandes mercados europeus.

Outras ações do setor também subiram, com Orange, KPN e Deutsche Telecom subindo entre 1,8 e 4,1 por cento.

"O ambiente é favorável para empresas de telecomunicação, com a melhora da tecnologia apoiando receitas", disse o diretor geral da LONTRAD, Zeg Choudhry.   Continuação...