Apax e Bain Capital fazem proposta à Oi por ativos da PT Portugal

quarta-feira, 12 de novembro de 2014 09:50 BRST
 

Por Marcela Ayres

SÃO PAULO (Reuters) - A operadora brasileira de comunicações Oi informou nesta quarta-feira que os grupos de private equity Apax Partners e Bain Capital fizeram uma proposta conjunta pelos ativos da PT Portugal com base em valor de empresa de 7,075 bilhões de euros, excluindo caixa e dívida.

Esta é a terceira sinalização de interesse em relação aos ativos portugueses da Oi em pouco mais de uma semana, após o grupo europeu Altice ter feito oferta avaliada em 7,025 bilhões de euros.

A oferta dos dois grupos de investimentos, porém, condiciona o pagamento de 800 milhões de euros do valor total com base no nível de geração futura de receitas e de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda).

A Terra Peregrin, da empresária angolana Isabel dos Santos, lançou no domingo uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a Portugal Telecom SGPS, visando evitar o desmantelamento da empresa portuguesa. A investida foi rechaçada pela Oi.

A companhia brasileira, que se fundiu à Portugal Telecom este ano, tem dito que pode vender os ativos portugueses para reduzir dívida, que encerrou o primeiro semestre em 46 bilhões de reais.

O Oi também está envolvida em processo de consolidação no mercado brasileiro de telecomunicações e tenta obter recursos para fazer uma oferta pela rival TIM.

Em fato relevante, a Oi disse que a nova proposta da Apax e da Bain Capital foi enviada ao seu Conselho de Administração, que decidirá sobre seus termos.

A oferta não contempla os investimentos da PT Portugal na África, o endividamento da PT Portugal e os investimentos na Rioforte, que deixou de pagar dívida de 900 milhões de euros ao grupo português, afirmou a Oi.

 
Prédio da Oi no Rio de Janeiro. 28/07/2010  REUTERS/Bruno Domingos