BM&FBovespa tem lucro 15,3% menor no 3º trimestre

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 19:25 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A BM&FBovespa teve lucro líquido de 238,7 milhões de reais no terceiro trimestre, queda de 15,3 por cento ante mesmo período de 2013, impactado pelo pagamento de dívidas tributárias à Receita Federal por meio do programa Refis.

Apesar disso, o resultado operacional da bolsa teve crescimento de 3,2 por cento no trimestre, na comparação anual, para 352,2 milhões de reais.

Segundo a bolsa, o Refis causou impacto de 63,1 milhões de reais no lucro líquido do período.

Enquanto isso, a receita líquida de 546 milhões de reais subiu 2 por cento no comparativo anual e 17,5 por cento no sequencial. Analistas estimavam, em média, receita de 541 milhões de reais, segundo pesquisa da Reuters.

Apesar da implantação de fase de derivativos da nova clearing, as despesas totais ficaram quase estáveis, recuando 0,2 por cento sobre um ano antes, a 193,8 milhões de reais.

"O terceiro trimestre foi um trimestre com muita volatilidade, relacionada principalmente às mudanças no cenário macroeconômico de curto prazo e à proximidade das eleições", afirmou o presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, no balanço.

O conselho de administração da bolsa aprovou pagamento de 190,7 milhões de reais em dividendos relativos ao terceiro trimestre, equivalente a 0,10439974 real por ação. O pagamento será feito em 28 de novembro e vai considerar base acionária de 17 de novembro.

(Por Alberto Alerigi Jr.)