Kroton tem lucro de R$213 mi no 3o tri após fusão com Anhanguera

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 08:51 BRST
 

Por Marcela Ayres

SÃO PAULO (Reuters) - A Kroton Educacional, maior empresa de educação do país, teve lucro líquido de 213 milhões de reais no terceiro trimestre, ante resultado positivo de 99,5 milhões de reais um ano antes, quando ainda não incorporava em seus números os resultados da Anhanguera, com quem se fundiu.

No período, a geração de caixa medida pelo Ebitda somou 354,8 milhões de reais, ante 180,9 milhões de reais em igual etapa de 2013.

Analistas esperavam, em média, lucro líquido de 272 milhões e Ebitda de 352 milhões de reais para o período, segundo pesquisa da Reuters.

Em comentário sobre o desempenho trimestral, a Kroton, que informou pela primeira vez resultados trimestrais combinados com os da Anhanguera, disse que a integração está ocorrendo de "forma bastante tranquila". A companhia afirmou que está adiantando a integração dos modelos acadêmicos, uma etapa que estava prevista para ocorrer somente em dois a três anos.

A previsão é que até 2016 a companhia conte com um modelo acadêmico único para toda a organização. "Entendemos que esse passo será de extrema importância para que consigamos evoluir de forma significativa nos níveis dos indicadores regulatórios de nossas instituições, especialmente os da Anhanguera", disse.

No terceiro trimestre, a receita líquida da Kroton somou 1,145 bilhão de reais, ante 481,5 milhões no mesmo trimestre do ano passado.

Além do impulso recebido com as operações da Anhanguera, o avanço de 121,9 por cento no faturamento é atribuído pela Kroton ao aumento de alunos de ensino superior e às receitas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec.

A companhia já havia divulgado antes um crescimento de 27 por cento na captação de alunos de graduação presencial no terceiro trimestre sobre um ano antes, enquanto a atração de estudantes de ensino a distância subiu 6 por cento, em comparação que inclui os números reportados pela Anhanguera no mesmo trimestre do ano passado.   Continuação...