Bolsas nos EUA fecham estáveis, mas têm quarto ganho semanal consecutivo

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 20:19 BRST
 

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos subiram pela quarta semana seguida, mas terminaram esta sexta-feira perto da estabilidade, com as quedas no setor de saúde ofuscando ganhos em energia.

O índice Dow Jones caiu 0,1 por cento, a 17.634 pontos, enquanto o S&P 500 teve leve ganho de 0,02 por cento, a 2.039 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,18 por cento, a 4.688 pontos.

Na semana, o Dow Jones e o S&P 500 subiram 0,4 por cento, enquanto o Nasdaq acumulou ganho de 1,2 por cento.

As ações da Apple subiram 1,2 por cento nesta sexta-feira, a 114,18 dólares, fechando em patamar recorde. O desempenho do papel ajudou a impulsionar o Nasdaq, que superou o Dow Jones e o S&P 500.

Os papéis do setor de biotecnologia ficaram entre as maiores quedas do índice de saúde do S&P, que caiu 0,8 por cento e foi a maior influência de queda para o S&P 500. As ações da Gilead caíram 2,1 por cento, para 102,06 dólares, enquanto as da Biogen Idec recuaram 3,9 por cento, a 305,43 dólares, a maior queda percentual tanto no S&P 500 quanto no Nasdaq.

O índice de biotecnologia do Nasdaq caiu 2 por cento, a maior queda percentual em cerca de um mês.

O índice do setor de energia do S&P subiu 0,8 por cento, acompanhando uma recuperação nos preços do petróleo.

As vendas do varejo nos EUA, que subiram mais do que o esperado em outubro, também ajudaram a limitar as perdas do dia.

O S&P 500, que não registrou variação de 1 por cento neste mês, acumula alta de 10,4 por cento no ano.

"A maioria dos gestores de carteiras está ficando para trás dos índices e vai haver algum esforço agressivo para compensar o desempenho nas próximas seis semanas. Aquelas que estão com investimento abaixo vão querer ficar mais investidos", disse o diretor-geral de negociação de ações da Wedbush Securities, Michael James.