Pfizer reduz esperanças sobre oferta por AstraZeneca ao assinar acordo com Merck

segunda-feira, 17 de novembro de 2014 10:31 BRST
 

FRANKFURT/LONDRES (Reuters) - A Pfizer diminuiu as esperanças de investidores acerca de uma oferta renovada pela AstraZeneca nesta segunda-feira ao assinar um grande acordo sobre drogas contra câncer com a alemã Merck, diminuindo o quanto a empresa norte-americana precisa dos produtos da Astra.

A Merck receberá um pagamento à vista de 850 milhões de dólares da fabricante norte-americana de medicamentos para compartilhar os direitos de desenvolvimento de sua droga experimental de imunoterapia com a Pfizer. A empresa alemã também pode receber até 2 bilhões de dólares em pagamentos baseados no sucesso futuro do medicamento.

A MSB0010718C da Merck faz parte de uma classe de drogas conhecida como terapias anti-PD-L1, que bloqueiam a habilidade dos tumores de escapar das defesas do sistema imunológico.

Tais medicamentos que fortalecem o sistema imunológico representam a área mais agitada de pesquisas sobre câncer e também são grandes focos da AstraZeneca, que tem um produto rival em desenvolvimento.

Ganhar acesso à linha de produção de drogas para câncer da AstraZeneca era visto como um objetivo chave para a Pfizer, que não teve sucesso com uma oferta de 118 bilhões de dólares pelo grupo britânico em maio. A Pfizer tem uma chance de renovar sua proposta a partir de 26 novembro sob leis de aquisição da Grã-Bretanha.

Uma porta-voz da Pfizer disse que as leis britânicas não permitem que a companhia norte-americana faça quaisquer comentários sobre suas intenções em relação à AstraZeneca.

Como resultado do custo do acordo, a Pfizer anunciou agora esperar que o lucro diluído por ação em 2014 fique entre 1,40 dólar e 1,49 dólar, ante 1,50 dólar a 1,59 dólar por papel indicados anteriormente.

(Por Ludwig Burger e Ben Hirschler)