Leilão de transmissão de energia termina sem interessados em cinco de nove lotes

terça-feira, 18 de novembro de 2014 18:33 BRST
 

Por Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO, 18 Nov (Reuters)- O terceiro leilão de transmissão de energia do ano, realizado nesta terça-feira pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), terminou sem que a maior parte dos lotes oferecidos recebesse manifestações de interesse.

Apesar disso, a agência considerou o resultado da disputa "satisfatório", uma vez que cerca de 58 por cento dos investimentos previstos foram garantidos.

Dos nove lotes do certame, cinco não receberam proposta, sendo que ativos incluídos em três deles já haviam sido alvo de leilões anteriores de energia. Além disso, dois dos quatro lotes arrematados foram vencidos com baixo deságio em relação à Receita Anual máxima Permitida (RAP) pelas regras do leilão.

Alguns participantes do processo, que pediram para não serem identificados, citaram entre os motivos para a baixa demanda dificuldades logísticas para a instalação dos equipamentos nos locais dos lotes não vendidos e uma RAP insuficiente para remunerar adequadamente os investimentos.

"O leilão foi satisfatório, 58 por cento da RAP foi leiloada (...) Os lotes que deram vazio vamos incluir em leilão em 2015 e serão alvo de reavaliação pela agência", afirmou André Pepitone, diretor da Aneel, a jornalistas, após a disputa realizada na BM&FBovespa. Ele acrescentou que o deságio médio do leilão foi de cerca de 12,9 por cento. Nos leilões de transmissão anteriores deste ano, os deságios foram de 13 e 38 por cento.

   O total de investimentos previstos nos nove lotes era de 6,3 bilhões de reais, dos quais 3,6 bilhões foram garantidos nesta terça-feira.

O prazo das obras nos lotes vencedores vai variar de 30 a 42 meses e as concessões são de 30 anos a partir da assinatura dos contratos, prevista para fevereiro de 2015.

  Continuação...