Fed discute alterações na forma de comunicação, mostra ata

quarta-feira, 19 de novembro de 2014 17:46 BRST
 

(Reuters) - Diretores do Federal Reserve discutiram no mês passado maneiras de reforçar o comunicado do banco central dos Estados Unidos sobre as metas de longo prazo do banco central norte-americano e como a autoridade monetária comunica suas expectativas para a economia e a trajetória das taxas de juro, segundo ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês).

No entanto, eles desisitiram de fazer qualquer alteração, com a maioria concordando que deveria haver razões fortes para ajustar a declaração de objetivos de longo prazo, divulgada pela primeira vez em 2012 e apresentada todo mês de janeiro desde então.

"A maioria dos participantes concordou que a declaração existente estava funcionando bem como uma ferramenta de comunicação", segundo a ata da reunião dos dias 28 e 29 de outubro.

A declaração estabelece os principais objetivos do Fed, incluindo a sua meta de 2 por cento para a inflação, e algumas autoridades do Fed têm pressionado por uma nova linguagem que firmaria o compromisso do Fed de combater a inflação demasiado baixa que tem atormentado a economia nos últimos anos.

Entre os diretores, houve "consenso generalizado" de que a inflação moderadamente abaixo de 2 por cento é tão custosa quanto a inflação moderadamente acima desse nível, segundo a ata, e muitos avaliaram que essa visão já era compartilhada pelo público.

Alguns diretores também sugeriram maneiras de incorporar a meta de estabilidade financeira ao comunicado, mas decidiram que a questão era complexa demais para chegar a uma decisão rápida.

Uma série de diretores sugeriu que o Fed deveria explorar a possibilidade de desenvolver uma previsão de consenso, uma idéia que foi testada e rejeitada há alguns. Atualmente, o Fed divulga informações sobre as projeções individuais, deixando os investidores no escuro sobre a posição do núcleo do comitê.

Vários participantes também queriam fazer melhorias à forma como o Fed apresenta as projeções econômicas, segundo a ata.

(Por Ann Saphir)