Ibovespa sobe 2,6% com especulação por equipe econômica; Petrobras quebra sequência de quedas

quarta-feira, 19 de novembro de 2014 18:17 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta nesta quarta-feira pelo segundo dia consecutivo, superando os 53 mil pontos, em meio a especulações sobre a equipe econômica no segundo mandato de Dilma Rousseff e ganhos das ações da Petrobras após quatro pregões seguidos no vermelho.

O pregão ainda foi marcado pela expectativa de divulgação da ata da reunião do Federal Reserve, que corroborou a ampliação de ganhos nos ajustes finais ao mostrar o BC norte-americano diante de quadro ainda turvo sobre a economia dos EUA.

Na véspera do feriado na capital paulista, o Ibovespa encerrou com elevação de 2,58 por cento, a 53.402 pontos. O volume financeiro da sessão somou 8 bilhões de reais.

"Há um otimismo com nomes (que tem sido mencionados na mídia) para a equipe econômica", disse o operador Thiago Montenegro, da Quantitas Asset Management, referindo-se às influências do front doméstico.

Ele citou que o movimento teve início na véspera, quando voltaram a ser cotados profissionais como o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles e o presidente-executivo do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, além do atual titular do BC, Alexandre Tombini.

Uma fonte do governo disse à Reuters nesta quarta-feira que a presidente Dilma está "perto" de anunciar o próximo ministro da Fazenda.

Para o analista Marco Aurélio Barbosa, da CM Capital Markets, tais especulações só servem para retardar as decisões de investimentos e trazer volatilidade. "A presidente precisa anunciar seu novo ministro da Fazenda o quanto antes, e dar rumo claro à sua política econômica", avaliou em nota a clientes.

Montenegro disse que também havia comentários nas mesas de operações de "estrangeiro bastante ativo na compra".   Continuação...