Tombini deve ficar no BC; Levy e Barbosa estão entre Fazenda ou Planejamento, diz fonte

sexta-feira, 21 de novembro de 2014 15:53 BRST
 

Por Jeferson Ribeiro e Luciana Otoni

BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff deve anunciar nesta sexta-feira sua nova equipe econômica composta por Nelson Barbosa, Joaquim Levy e Alexandre Tombini, disseram fontes do governo à Reuters.

Segundo uma dessas fontes, no momento já está definido que Tombini seguirá como presidente do Banco Central. As fontes, que falaram sob a condição de anonimato, não disseram quem seria o ministro da Fazenda e quem seria o titular do Planejamento. [nE6N0RZ01N]

"Será um dia longo", limitou-se a dizer uma das fontes.

Dilma estava reunida nesta manhã com o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. Na agenda da presidente, estavam previstos ainda "despachos internos" na parte da tarde.

Uma fonte do mercado financeiro também disse à Reuters sobre a equipe sendo formada por Levy, Barbosa e Tombini.

Os mercados financeiros reagiam positivamente aos nomes. O dólar e os juros futuros recuavam, enquanto a bolsa subia quase 2 por cento.

Dilma tinha considerado inicialmente o presidente Bradesco BBDC4.SA, Luiz Carlos Trabuco, para comandar a Fazenda, mas na fase atual da montagem dos principais titulares da equipe econômica já está fora de cogitação, segundo outra fonte do governo.

A presidente passou então analisar um outro nome do grupo Bradesco para compor sua equipe econômica. [nL2N0TA2AP]   Continuação...

 
A presidente Dilma Rousseff (PT) no Palácio da Alvorada. 01/10/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino