ANP aprova novo plano de desenvolvimento para campo de Albacora, da Petrobras

segunda-feira, 24 de novembro de 2014 11:11 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou um novo Plano de Desenvolvimento para o campo de Albacora, na Bacia de Campos, operado pela Petrobras, com o objetivo de reduzir o declínio da produção de petróleo.

A área, já em produção, é um dos cerca de dez campos de petróleo maduros da Bacia de Campos que devem receber investimentos da estatal para evitar redução da produção.

A aprovação, que consta em ata de reunião de diretoria da agência, é resultado de exigência feita pela ANP que, preocupada com a redução da produção de petróleo em Campos, determinou investimentos adicionais da estatal em algumas áreas.

Dentre as atividades previstas no novo plano de Albacora estão a entrada em operação poços injetores já perfurados, a perfuração de novos poços produtores e injetores, além da contratação de novos estudos sobre a área.

Em entrevistas anteriores, representantes da ANP disseram que cerca de dez campos maduros da Bacia de Campos, responsável por mais de 70 por cento da produção do país, deveriam ter novos planos de desenvolvimento aprovados para reduzir o declínio.

Em julho deste ano, neste contexto, a ANP aprovou um novo Plano de Desenvolvimento para o campo de Marlim, uma das principais áreas produtoras do país.

Conforme entrevista concedida pelo diretor Florival Carvalho, na ocasião, a ANP analisa os planos apresentados pela Petrobras para aumentar a produção de óleo, mas não determina qual o montante de investimentos necessários.

No ano passado, a Petrobras teve outros dois planos de desenvolvimento na Bacia de Campos aprovados pela agência, para Roncador e Marlim Sul, também com o objetivo de incrementar a produção.

(Por Marta Nogueira)