Após três altas, Bovespa cai 1,2% com realização de lucros

segunda-feira, 24 de novembro de 2014 18:17 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em queda nesta segunda-feira, interrompendo sequência de três altas, em meio a movimentos de embolso de lucros, enquanto investidores permanecem na expectativa do anúncio oficial da nova equipe econômica do governo federal.

Após fechar a última sexta-feira com o melhor desempenho semanal em mais de cinco anos, o Ibovespa caiu 1,21 por cento nesta sessão, a 55.406 pontos. O volume financeiro do pregão foi de 8,6 bilhões de reais.

O principal índice da bolsa paulista mostrou-se volátil principalmente na primeira etapa do dia, quando chegou a tocar na máxima 57.359 pontos, em alta de 2,3 por cento. Na mínima, à tarde, caiu 1,4 por cento, a 55.406 pontos.

"Não há uma justificativa técnica para o resultado de hoje, além de realização de lucros, amparada na forte alta de sexta-feira (5 por cento) e na postergação da divulgação dos nomes da equipe econômica", disse o gestor Joaquim Kokudai, da Effectus Investimentos.

A notícia de que o ex-secretário do Tesouro Nacional Joaquim Levy será o novo ministro Fazenda repercutiu bem no mercado na sexta-feira e ainda deu suporte aos primeiros negócios nesta sessão, mas sem confirmação houve espaço para realização de lucros.

A previsão é que qualquer anúncio oficial sobre o novo time econômico do segundo mandato de Dilma Rousseff ocorra apenas a partir de quarta-feira.

Estrategistas do Bank of America Merrill Lynch avaliam que o principal índice da Bovespa tem espaço para subir mais no curto prazo se for confirmada uma nova equipe econômica com viés mais ortodoxo.

Papéis de bancos foram responsáveis pela principal pressão negativa nesta segunda-feira, com Itaú Unibanco e Bradesco, que tem relevante peso na composição do índice, em queda de 2 e 1,6 por cento, respectivamente. Mas também foi determinante a deterioração de Petrobras.   Continuação...