IDV aponta alta real de 3,8% nas vendas do varejo em outubro, vê fim do ano desafiador

quarta-feira, 26 de novembro de 2014 12:10 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas no varejo das associadas ao Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV) tiveram crescimento real de 3,8 por cento em outubro ante igual mês do ano passado, mostraram dados divulgados nesta quarta-feira pela entidade, que reúne empresas como Grupo Pão de Açúcar e Lojas Americanas.

No acumulado dos dez primeiros meses de 2014, o Índice Antecedente de Vendas (IAV-IDV) mostrou avanço médio de 3,6 por cento, contra alta de 3,4 por cento na mesma etapa do ano passado.

Apesar da ligeira aceleração mostrada até agora, o IDV disse em nota que o cenário é potencialmente desafiador para os últimos dois meses de 2014, diante de um compasso mais lento que vem sendo apresentado pelo setor nos últimos meses.

"O cenário macroeconômico tem se mantido com algumas barreiras relevantes para o crescimento do varejo, como a alta da inflação, que continua minando o poder de consumo dos brasileiros, a queda relevante na confiança dos consumidores e o rigor na análise e concessão do crédito", afirmou o presidente do IDV, Flávio Rocha, que também comanda a varejista de moda Riachuelo.

Pesquisa realizada com as associadas do instituto apontou que, para novembro, a expectativa é de aumento de 3,7 por cento nas vendas reais na comparação anual, com uma projeção um pouco mais modesta para dezembro, de alta de 3,5 por cento.

(Por Marcela Ayres)