Importação de soja pela China pode recuar com queda no farelo e nas margens

quarta-feira, 26 de novembro de 2014 12:24 BRST
 

Por Naveen Thukral e Niu Shuping

CINGAPURA/PEQUIM (Reuters) - A queda dos preços do farelo de soja na China ameaça prejudicar a crescente demanda do país por grãos norte-americanos, à medida que as margens de esmagamento começaram a tornar-se negativas depois de permanecerem em geral positivas desde o início de setembro.

Boas margens de processamento de soja e uma baixa nos preços de Chicago para mínimas de quatro anos provocaram uma corrida dos compradores chineses no mês passado para abocanhar cargas dos EUA com embarque para novembro e dezembro.

Mas as expectativas de grandes desembarques estão agora pressionando os preços do farelo de soja no país e arrastando para baixo os lucros do processamento.

Uma desaceleração das importações por parte da China, que compra mais de 60 por cento dos grãos negociados globalmente, poderia aumentar a pressão sobre os preços globais que subiram para uma máxima de quatro meses no início deste mês na carona da forte demanda.

"A China definitivamente exagerou, há um grande volume de grãos a caminho de lá", disse um gerente comercial em uma empresa com sede em Cingapura, que embarca grãos para o país e possui fábricas de processamento.

"Os preços do farelo de soja no mercado chinês estão caindo e, como resultado, as margens de esmagamento estão ficando zeradas e até mesmo negativas em alguns casos", acrescentou o executivo.

Os preços do farelo de soja na região de Dalian, na China caíram 6,7 por cento desde o início da semana passada. Isso levou a margens de esmagamento para o vermelho depois de terem permanecido rentáveis, de maneira geral, desde o início de setembro.

Importadores chineses compraram em excesso no final do ano passado, incentivados por margens mais elevadas de processamento, mas embarques recordes e uma desaceleração na demanda após um surto de gripe aviária reduziram a demanda e desencadearam calotes em alguns contratos de importação.   Continuação...