S&P 500 e Dow Jones fecham em níveis recordes em NY

quarta-feira, 26 de novembro de 2014 19:58 BRST
 

Por Rodrigo Campos

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quarta-feira, com o Dow Jones e o S&P 500 atingindo patamares recordes, impulsionados pelo desempenho de ações do setor de tecnologia, enquanto o setor de energia pesou com os preços do petróleo em baixa.

O índice Dow Jones subiu 0,07 por cento, a 17.827 pontos, enquanto o S&P 500 teve ganho de 0,28 por cento, a 2.072 pontos. O índice Nasdaq subiu 0,61 por cento, a 4.787 pontos.

Os volumes foram relativamente baixos, um dia antes do feriado de Ação de Graças no país. O mercado acionário dos EUA ficará fechado na quinta-feira e na sexta terá meia sessão.

As ações da Hewlett-Packard, da Apple e de fabricantes de chips ficaram entre as maiores altas, com o índice de semicondutores PHLX subindo 2,1 por cento e fechando no maior patamar desde junho de 2001. Os papéis da Analog Devices subiram 5,5 por cento, a 54,56 dólares, liderando o setor um dia depois de divulgar seus resultados.

As ações da Hewlett-Packard subiram 4,1 por cento, para 39,16 dólares no dia seguinte à divulgação de seus resultados trimestrais.

O volume de negociação foi relativametne baixo, com 4,8 bilhões de ações sendo negociadas, comparado com a média diária deste mês de 6,3 bilhões. O mercado acionários nos EUA ficará fechado na quinta-feira e terá sessão reduzida na sexta-feira, fechando às 16h (horário de Brasília).

Os gastos dos consumidores subiram de forma modesta em outubro e uma medida de planos de gastos empresariais caiu pelo segundo mês seguido, mas a confiança do consumidor atingiu o maior nível em quase sete anos e meio, sugerindo que a economia permanece resiliente frente a demanda global enfraquecida.

"Na balança, os dados ainda foram de apoio à força razoável da economia", disse o co-chefe de investimento da OakBrook Investments Peter Jankovskis.

Segundo ele, o otimismo com as compras no período de feriados foi a razão por trás dos ganhos das fabricantes de chips. "As vendas de computadores têm sido um peso e pode haver alguma esperança de retomada".

O setor de energia do S&P 500 caiu 1,1 por cento, levando os recuos nas últimas três sessões a 3,4 por cento. Os preços do petróleo caíram depois que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) aumentou os sinais de que seguraria qualquer corte mais significativo de produção nesta semana.