Eletrobras aprova novo plano estratégico 2015-2030

quinta-feira, 27 de novembro de 2014 11:45 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Eletrobras divulgou nesta quinta-feira que seu Conselho de Administração aprovou na véspera o novo plano estratégico da companhia para o período de 2015 a 2030, passando a contemplar as novas condições da lei de renovação das concessões.

A Eletrobras disse em comunicado que o plano atualiza a versão anterior, para o período de 2010 a 2020, e reforça o processo de transformação da companhia, que encerrou o terceiro trimestre com prejuízo de 2,7 bilhões de reais.

"A Lei 12.783/2013, que possibilitou a prorrogação dos contratos de concessão da geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, introduziu uma nova dinâmica no setor elétrico brasileiro, motivado pela modicidade tarifária, trazendo novos desafios para a Eletrobras e o foco para a necessidade de melhoria contínua", disse a empresa.

A lei é resultado da Medida Provisória 579, que antecipou e condicionou a renovação das concessões de energia elétrica a redução de tarifas, impactando expressivamente as receitas de empresas do setor.

Afetada pela mudança, a Eletrobras vem registrando prejuízos bilionários. Mais cedo neste mês, a empresa também informou que pode ficar sem pagar dividendos em 2014.

Procurada pela Reuters, ao Eletrobras não deu detalhes sobre as novidades do novo plano estratégico.

No comunicado, a companhia disse que ele será desdobrado no Plano Diretor de Negócios e Gestão da Eletrobras (PDNG), que será atualizado anualmente com horizonte quinquenal.

(Por Marcela Ayres)

 
Vista da placa da Eletrobras na sede da empresa no Rio de Janeiro. 20/08/2014 REUTERS/Pilar Olivares