Suzano considera aumentar preço de celulose em 2015

quinta-feira, 27 de novembro de 2014 15:33 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano Papel e Celulose avalia aumentar preços no primeiro semestre de 2015, antes da entrada de novas capacidades na indústria, por enxergar um momento positivo no mercado.

"Vejo o mercado curto (em oferta de celulose) no primeiro semestre até a entrada do projeto Guaíba da CMPC e os estoques estão muito baixos", disse o presidente-executivo da Suzano, Walter Schalka, em reunião com investidores e analistas.

O projeto de expansão na fábrica da CMPC Celulose Riograndense deve ser inaugurado entre maio e junho, mas a nova oferta de capacidade só deve chegar ao mercado no segundo semestre, o que pode abrir espaço para aumento de preços na primeira metade de 2015.

O aumento poderia ocorrer já neste ano, mas não há tempo para implementação, afirmou o diretor-comercial da Suzano, Carlos Aníbal, segundo o qual a companhia está registrando um bom mês em volume de vendas em novembro.

A segunda maior produtora global de celulose de eucalipto vem dizendo que o preço do insumo não remunera adequadamente os investimentos, o que a levou a reduzir a produção na fábrica de Mucuri (BA) em cerca de 30 mil toneladas no segundo trimestre.

Na avaliação de Schalka, com o atual patamar mais alto do câmbio, é menos provável que isso volte a ocorrer.

A empresa também anunciou a clientes a partir do fim da semana uma alta média de cerca de 10 por cento no preço de papéis revestidos e não revestidos a partir de 1o de janeiro. A medida se soma a um aumento de 9,4 por cento no preço de papel-cartão, que entrou em vigor no começo do mês.

VENDA DE ENERGIA   Continuação...