Bovespa recua 0,1% pressionada por Petrobras e encerra novembro estável

sexta-feira, 28 de novembro de 2014 17:24 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa sucumbiu à pressão negativa das ações da Petrobras e fechou em leve queda, em mais uma sessão de expressivo declínio dos preços internacionais do petróleo, com o enfraquecimento dos papéis da Vale corroborando a deterioração do pregão paulista.

O fechamento antecipado em Wall Street devido ao feriado de Ação de Graças nos EUA na véspera afetou a liquidez local no último pregão de novembro, quando também foram divulgados dados mostrando que o Brasil saiu da recessão técnica no terceiro trimestre.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa encerrou com queda de 0,10 por cento, a 54.664 pontos. O desempenho na semana ficou negativo em 2,53 por cento, levando o índice a fechar novembro com variação positiva de apenas 0,07 por cento.

O giro financeiro nesta sessão somou 5,3 bilhões de reais, abaixo da média diária de cerca de 7 bilhões de reais no ano.

Para o sócio e fundador da Humaitá Investimentos, Frederico Mesnik, a bolsa brasileira ficará reagindo a eventos de curto prazo até que se tenha uma cenário mais claro da direção do país, que só deve vir no início de 2015.

"O mercado não tem tendência (de longo prazo) até que a nova equipe econômica apresente uma política clara fiscal, para o investimento e de concessão, e que seja crível", disse.

(Por Paula Arend Laier)