Ações asiáticas sobem com commodities; China tem melhor dia desde 2013

terça-feira, 2 de dezembro de 2014 07:47 BRST
 

Por Shinichi Saoshiro

TÓQUIO (Reuters) - As ações asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira, com a retomada nos preços de petróleo e outras commodities favorecendo os mercados acionários de países exportadores de matérias-primas, enquanto os papéis na China tiveram a maior alta diária desde 2013.

O petróleo manteve seus ganhos após forte recuperação de um dia para o outro, saindo de mínimas de cinco anos. A recuperação em commodities --incluindo o minério de ferro, cobre e ouro-- também foi boa para moedas ligadas a commodities, como o dólar australiano.

"Ontem muito da movimentação para cima em todo o complexo de commodities... sugeriu que há pessoas aumentando alocações para commodities, aproveitando os preços baixos", disse o chefe de pesquisa de commodities na Ásia do Société Générale, Mark Keenan.

Às 7h44 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,62 por cento.

Os mercados chineses saltaram nesta terça-feira, com investidores correndo para papéis de corretoras e de bancos, ampliando o abismo de valorização com ações de Hong Kong.

Analistas ficaram divididos sobre o momento e a escala do rali no final da sessão, com relatos na mídia alegando que dinheiro institucional estava sendo movimentado para ações de bancos, iniciando uma corrida por investidores de varejo, enquanto que alguns analistas disseram que os mercados estavam precificando as expectativas de iminente corte nas taxas de compulsório.

O índice de Xangai subiu 3,1 por cento, seu melhor dia desde setembro de 2013.