Nippon Steel pede para CVM investigar Ternium em disputa no conselho da Usiminas

terça-feira, 2 de dezembro de 2014 16:04 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Nippon Steel afirmou nesta terça-feira que pediu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para investigar atos do grupo Ternium Techint envolvendo disputa no conselho de administração da Usiminas, maior produtora de aços planos do Brasil.

O pedido do grupo japonês, que divide com a Ternium Techint o controle da Usiminas, inclui membros do conselho de administração da siderúrgica indicados pelo grupo ítalo-argentino.

A Nippon Steel afirmou no comunicado enviado à imprensa que considera que "Ternium Techint não age em favor dos melhores interesses da Usiminas".

A rixa entre os dois grupos se tornou pública com a demissão no final de setembro do presidente-executivo da Usiminas e de dois altos executivos indicados pela Ternium Techint.

A demissão dos executivos ocorreu após votação que terminou sendo desempatada pelo presidente do conselho da Usiminas, Paulo Penido, indicado pelo grupo Nippon.

(Por Alberto Alerigi Jr.)