Pedidos de falência no Brasil recuam 9,9% em novembro sobre outubro, diz Serasa

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014 12:13 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O número de pedidos de falência no país em novembro caiu 9,9 por cento ante outubro deste ano, a 131 solicitações, ficando praticamente estável em relação a novembro do ano passado, segundo dados da Serasa Experian divulgados nesta quarta-feira.

Em comunicado, a empresa de informações de crédito afirmou que a queda na comparação mensal era esperada pela menor quantidade de dias úteis.

"Já em relação ao mesmo mês do ano passado, a quantidade de pedidos de falências foi bastante similar, revelando que as dificuldades financeiras para as empresas foram praticamente as mesmas durante estes dois períodos, marcadas por taxas de juros em ascensão e ambiente de estagnação da economia", disse a Serasa.

No detalhamento por porte, 53 requerimentos de falência envolveram micro e pequenas empresas, 41 foram contra empresas de médio porte e 34 contra grandes companhias, segundo a Serasa.

O número de falências decretadas em novembro caiu 8,0 por cento na comparação mensal, para 69. Um ano antes, 62 falências haviam sido decretadas no mesmo mês.

No acumulado de 2014, os pedidos de falência caíram 6,4 por cento ante o mesmo período do ano passado, para 1.533 solicitações. Já o número de falências decretadas nos primeiros onze meses do ano subiu 0,4 por cento na mesma base, a 700, apontou a Serasa.

(Por Renan Fagalde, edição de Marcela Ayres)