IPC-Fipe acelera alta a 0,69% em novembro com alimentação

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014 10:50 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo encerrou novembro com avanço de 0,69 por cento, depois de subir 0,37 por cento no mês anterior, pressionado pelos preços de alimentos e despesas pessoais.

O resultado ficou acima da expectativa em pesquisa da Reuters, de alta de 0,60 por cento. Na terceira quadrissemana de novembro, o índice havia subido 0,58 por cento.

O maior impacto no mês veio do grupo Alimentação, após alta de 1,55 por cento no mês, acelerando sobre o avanço de 0,85 em outubro, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta quinta-feira.

O grupo Despesas pessoais também pesou no mês passado, com alta de 1,24 por cento nos preços, depois de ter mostrado deflação de 0,12 por cento em outubro.

A divulgação do IPC-Fipe referente à primeira quadrissemana de dezembro ocorrerá em 9 de dezembro.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

(Por Camila Moreira)

 
Garçom carrega pratos de comida em um restaurante de Porto Alegre. 18/06/2014. REUTERS/Marko Djurica