ANP diz que Petrobras já pode produzir diesel na Refinaria do Nordeste

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014 18:35 BRST
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras já pode produzir diesel na Refinaria do Nordeste (Rnest), após autorizações para operações de unidades concedidas nesta quinta-feira, afirmou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Com o início da produção na refinaria, em Pernambuco, a Petrobras poderá finalmente aumentar a produção nacional do combustível, o que vai ajudá-la a reduzir importações de diesel, o principal produto da Rnest, que também fabricará outros derivados de petróleo.

A capacidade adicional para produção de diesel da Petrobras vem num momento em que a companhia está vendendo o combustível no Brasil com um prêmio ante o mercado externo, em grande parte por causa da queda acentuada dos preços do petróleo, após quatro anos de vendas domésticas com defasagem ante as cotações internacionais.

Segundo cálculos do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), em 1º de dezembro, o preço do diesel vendido às distribuidoras nas refinarias nacionais estava 14,5 por cento acima do preço praticado no Golfo do México.

A estatal afirmou à Reuters por e-mail, na terça-feira, que planeja entrega de produtos oriundos da Rnest ainda neste mês.

Uma fonte do mercado afirmou à Reuters que a Petrobras está propondo às distribuidoras a entrega de um lote de diesel S10 da Rnest ainda para dezembro, com volume ainda por confirmar, em operação que deverá servir para testar a infraestrutura local.

POLÊMICAS   Continuação...