Índice europeu de ações tem maior queda diária desde outubro após BCE

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014 16:09 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O principal índice de ações europeias fechou em queda nesta quinta-feira após o Banco Central Europeu (BCE) manter que vai decidir no início do ano que vem se mais medidas são necessárias para estimular a economia da zona do euro, desencadeando uma rodada de realização de lucros.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, caiu 1,37 por cento, a 1.380 pontos, maior queda diária em sete semanas.

Esperanças de que o BCE adotaria um programa de compra de títulos governamentais ao estilo do norte-americano têm alimentado forte rali das ações europeias nas últimas semanas. O índice alemão DAX disparou 20 por cento desde meados de outubro e chegou a atingir a máxima histórica nesta quinta-feira, para então perder força.

A falta de detalhes claros na entrevista coletiva do presidente do BCE, Mario Draghi, sobre se e quando a autoridade monetária vai imprimir dinheiro para comprar bônus soberanos levou investidores a embolsar seus ganhos recentes.

"Investidores esperavam mais substância sobre as compras de títulos soberanos, mas Draghi não deu aos investidores nada novo", disse o gestor sênior de fundos do Brown Shipley John Smith.

Ações de bancos da zona do euro figuraram entre as maiores perdas, com o espanhol Bankia caindo 6 por cento e o italiano UniCredit perdendo 4,1 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,55 por cento, a 6.679 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,21 por cento, a 9.851 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,55 por cento, a 4.323 pontos.   Continuação...