Ex-corretores da Icap se declaram inocentes em caso de manipulação da Libor

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014 10:22 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Três ex-corretores da Icap se declararam inocentes em Londres em acusações criminais de que haviam buscado manipular as taxas de juro de referência Libor, elevando para seis o número de declarações de inocência depois de um inquérito que se alastrou globamente sobre a alegada fraude.

Colin Goodman, Darrell Leia e Danny Wilkinson apresentaram seus posicionamentos no Tribunal de Southwark Crown, em Londres, nesta sexta-feira.

O órgão britânico Serious Fraud Office (SFO) acusou 13 homens em conexão a uma investigação sobre a alegada manipulação de taxas como a Libor (London Interbank Offered Rate), às quais cerca de 450 trilhões de dólares de contratos financeiros que vão de hipotecas a empréstimos estudantis estão atrelados em nível mundial.

Uma série de julgamentos no próximo ano vai determinar o destino dos que se declararam inocentes na Grã-Bretanha.

No mundo todo, 18 homens já foram acusados de fraude envolvendo a manipulação de taxas de referência até a data e três se declararam culpados, sendo dois nos Estados Unidos e um na Grã-Bretanha.

(Por Clare Hutchison)

 
Ex-corretor da Icap Colin Goodman deixa Tribunal de Southwark Crown, em Londres. REUTERS/Suzanne Plunkett (BRITAIN - Tags: CRIME LAW BUSINESS)