Com estoques crescentes, China diz que reduzirá área de milho em 2016

terça-feira, 30 de junho de 2015 10:49 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China planeja reduzir a área plantada com milho em 2016 e mudar para outras culturas, disse o ministro de Agricultura do país, em um momento em que o governo está sob pressão para reduzir seus enormes estoques do cereal.

A China irá promover o cultivo de feijão, outros grãos forrageiros e pastagem onde houver condições para isso, disse o ministro da Agricultura Han Changfu em uma reunião com autoridades do setor agrícola do nordeste do país.

O ministro também disse que mais milho de silagem deverá ser produzido, para alimentação animal.

Quatro províncias do nordeste da China, incluindo Heilongjiang e Jilin, produzem cerca de 40 por cento da safra de milho do país e deverão ser as principais áreas para a redução de plantio.

"Nós temos que entender a importância e a urgência de levar adiante este ajuste", disse Han, que não estimou o tamanho da redução de área.

(Por Niu Shuping)