Brasil e EUA querem dobrar corrente de comércio em uma década, diz Dilma ao lado de Obama

terça-feira, 30 de junho de 2015 14:37 BRT
 

WASHINGTON, (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira que o desafio de Brasil e Estados Unidos é dobrar a corrente de comércio entre os dois países em uma década.

Em declaração à imprensa ao lado do presidente norte-americano, Barack Obama, em Washington, Dilma disse que a agenda de curto prazo deve ser a facilitação do comércio e aproveitou para convidar os investidores dos EUA a participarem do plano de logística do governo brasileiro.

 
Presidentes Dilma e Obama na Casa Branca. 30/06/2015 REUTERS/Kevin Lamarque